quarta-feira, 11 de maio de 2011

CARTA À INSPIRAÇÃO




CARTA À INSPIRAÇÃO

Que dor profunda, me causa essa ausência tua,
Sem notícias, sem verbos por assim dizer.
Em minhas mãos, esta folha desgastada e nua
Sofre, sem sentir o toque, por ela a escrever.

Aguardo pelas noites frias, na janela, a admirar
As lágrimas da Lua pela espera infindável,
Sem os versos para poder presentear
Esse astro em sua dor admirável.

Quiçá pelos dias que vou passando
E em todas as belezas que vou encontrando,
Atraio tuas formas prementes.

Espero tuas linhas seguirem meus rastros
Deitar sobre o papel, teus sutis emplastros
E tatuarem teus traços, simplesmente.

Meus sites:

Livro: http://nointimodosilencio.blogspot.com/
RL: http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=38775
Blog: http://comlapisepincel.blogspot.com


3 comentários:

Rosiane disse...

Existiria dor maior que a dor da ausência? Se existe, Deus na sua infinita misericórdia, poupo-nos, a nós, pobres seres humanos...
Lindos versos Eri...
Adorei.
bjo

Maurélio disse...

Manífico o soneto poeta Eritânia, adorei.
Beijos

Artes sem fronteiras disse...

Amei tudo. Não conhecia seu trabalho. Parabéns. Publiquei em meu blog com os devidos créditos. Obrigada.